Home
Ansiedade
Depressão
Psicologia Hospitalar
Psiquiatria & Psicanálise
Hiperatividade (TDAH)
Obesidade
Alzheimer
Remédios Psiquiátricos
Psicologia Médica
Historia da Medicina
Vida de Médico
Cursos & Palestras
Objetivos do Site
Coordenador
CID-10
Equipe
Fale conosco
Tire suas dúvidas
Consultas
Indicador Profissional
Tratamento Público
 

 


Digite o nome do Remédio que você deseja pesquisar.

Psicotrópicos

Psicotrópicos são os remédios para a vida psíquica. A palavra psicotrópico significa tendência (tropismo) para agir no psiquismo humano. Embora seja comum uma sensação de estranhamento diante da enorme quantidade de informação disponível na psicofarmacologia é possível classificar todos os psicotrópicos em apenas cinco grupos de acordo com seus efeitos na vida psíquica (figura x).

 

A vida psíquica vem seguindo seu curso e então alguns eventos mentais podem acontecer; por exemplo, a depressão, e neste caso vamos usar um remédio ‘contra a depressão’, ou dito com outras palavras um ANTIDEPRESSIVO. Mas se ao contrário de deprimir a vida se torna agitada, eufórica, maníaca é hora então de usar os antimaníacos que no prático são conhecidos pelo nome de ESTABILIZADORES DO HUMOR. Pode acontecer de a vida encher-se de ansiedade, com muitos medos, agitação, estresse, etc...

 

Neste caso vamos nos valer de um remédio anti-ansiedade que é muito apropriadamente denominado de Ansiolítrico (Lítico vem de lise que significa “quebra”, da ansiedade). Estes são os famosos calmantes e incluem também aqueles remédios usados contra a insônia, os HIPINÓTICOS. Mas se o que advem for uma verdadeira desintegração da vida psíquica com alucinação, delírios, e comportamentos bizarros, ou seja, a psicose, o remédio da vez é o ANTIPSICÓTICO ou neuroléptico. Por ultimo, se a vida torne-se astênica, fraca, com pouca energia, haveremos de recorrer aos remédios denominados de PSICOESTIMULANTES.

Copyright © Mapa da Mente Todos os Direitos Reservados Desenvolvido por Souza Design